Atriz de Smallville é presa sob acusação de tráfico sexual

Já há algum tempo a atriz Allison Mack estava sendo ligada à uma seita suspeita de tráfico sexual e trabalho forçado. Depois de uma minuciosa investigação o FBI prendeu Mack no Brooklyn, em Nova York, e prestaria depoimento em uma corte federal neste sábado (21), mas sobre isso nada foi informado.

A atriz é associada ao grupo NXIVM que tem como líder Keith Raniere que foi preso em março no México e pode pegar até 15 anos de prisão se condenado. Eles se descrevem como “uma comunidade guiada por princípios humanitários que buscam capacitar as pessoas e responder questões importantes sobre o que significa ser humano”.

De acordo com o FBI a seita é acusada de tráfico sexual, de mulheres em sua maioria, além de trabalho forçado, cultos abusivos e obediência em diversos sentidos. “Essas alegações são mais perturbadoras para mim, já que a não-violência é um dos meus valores mais importantes”, disse Raniere.

Mack, de 35 anos, é acusada de ser uma das recrutadoras de mulheres para o grupo. Ela fez parte do elenco de Smallville de 2001 até 2011 quando interpretou Chloe Sullivan na série sobre as origens do Superman. No ano passado Kristin Kreuk, a Lana Lang da série, também se viu envolvida nas acusações.

Segundo informações divulgadas em novembro passado, teria sido Kreuk que recrutou Mack para a seita, falando que ela ajudava mulheres em situação vulnerável. Kristin fez parte do grupo de 2000 até 2009 quando saiu dizendo ter descoberto que Raniere recrutava mulheres para abusar delas sexualmente.

Outra informação divulgada pelos investigadores era de que a cerimônia de “iniciação” consistia em todos nus enquanto uma das escravas sexuais filmava as novatas sendo “marcadas como gado” para fazer parte da seita. Até o momento não foi divulgado nada sobre o depoimento de Mack à corte, o que deve acontecer em breve.

 

 

Foto: Divulgação/Internet

Comentários