ENTREVISTA EXCLUSIVA: Clearview fala sobre novo disco, show em SP e muito mais

17424596_614562872076072_276028050249194462_nSe você se liga no hardcore deve conhecer a Clearview. A banda é uma das mais históricas da cena paulistana e está de volta com formação repaginada e com um novo álbum, “Absolute Madness”. Como a gente aqui curte o rolê estamos empenhados para quem ainda não conhece, conhecer, e claro, para os fãs continuarem acompanhando a banda.

Por isso hoje a gente traz uma entrevista exclusiva com os caras. Eles falaram sobre o início do grupo, como ele passou de um projeto paralelo para a banda principal dos integrantes, sobre o processo de gravação do novo disco e também sobre o show em São Paulo.

Confira nosso papo com a Clearview e em seguida todas as informações sobre a apresentação que rola no dia 2 de julho.

Rock Noize: Como, em 2002, vocês formaram a Clearview? Afinal vocês faziam parte de outras bandas do underground. Como se encontraram, de onde surgiu a ideia…

Clearview: Em 2002 houve uma lacuna gigantesca em diversos estilos na cena musical em São Paulo, porém queríamos fazer um som que agradasse nosso gosto pessoal mas também que pudesse ao mesmo preencher essa lacuna de bandas tocando determinado tipo de som que era muito escasso naquela época em São Paulo. Como o cenário underground era pequeno naquela época, sempre nos esbarrávamos em shows, o que contribuiu para nos aproximarmos mais e começássemos a escrever musicas que fazemos até hoje.

Rock Noize: Quando vocês se deram por conta de que a Clearview teria que virar ou virou o projeto principal?

Clearview: A partir do momento que os ensaios se tornaram mais frequentes, as pessoas pedindo por musicas novas e nos escrevendo de diversos lugares, foi exatamente quando nos posicionamos e abandonamos as bandas que tocávamos e investimos nossa criatividade (um pouco escassa porém sincera) em algo que trazia uma imensa alegria para nós. Assim a banda saiu do estágio de “projetinho” para banda principal.

Rock Noize: O título do novo álbum, “Absolute Madness”, reflete o momento que o mundo está passando hoje. Como vocês sentem esse momento, esse sempre foi o pensamento para o nome e as composições deste trabalho?

Clearview: O mundo hoje infelizmente caminha para uma direção muito bizarra.
Quando iniciamos as composições deste disco, não sabíamos o que o futuro nos reservava, entramos em estúdio primeiramente para fechar a parte instrumental enquanto as letras eram escritas paralelamente.
A cada música que criávamos, uma letra surgia. O disco foi tomando forma e o nome ABSOLUTE MADNESS, realmente fez sentido quando juntamos os sons com as letras, não havia melhor nome para expressar naquele momento o que sentíamos em relação ao presente e futuro.

Rock Noize: Vocês começaram gravando em 2002 e foram lançando músicas, demos e por aí vai até hoje estarem estabelecidos. Como eram as gravações e divulgações naquela época? O que melhorou pra hoje? Até pra galera das bandas novas terem noção…

Clearview: Começamos gravando as famosas “fitas cassetes”, por incrível que pareça voltaram a lançar novamente este formato “retro” (risos). Quando deixamos de pensar como “projeto” e passamos a pensar como “banda”, gravamos nossa demo lá no estúdio do João (Test) e Bernardo (Elma). Eles tinham um estúdio que ficava ali na Avenida 9 de Jullho em São Paulo. Na época o João e o Bernardo tocavam juntos na banda Are You God? e produziam algumas bandas do underground local.  A divulgação naquela época era um pouco complicada porque a internet não era tão “veloz” como hoje, as pessoas não possuíam os acessos que possuem hoje, então além de enviarmos material físico para tudo quanto era lugar, tínhamos uma rede de amigos e distribuidores de musicas que iam do punk obscuro ao metal extremo.
Deixávamos as demos em diversas lojas da galeria do rock, mandávamos pacotes de demos para fora do Brasil sem nenhuma pretenção absurda, somente queríamos que as pessoas escutassem nossas músicas e soubessem que o Brasil não era apenas o país do carnaval, garota de Ipanema e samba.
Hoje com certeza, com a explosão da internet tudo ficou mais acessível, a tecnologia proporciona muito mais interação com as pessoas de lugares distantes. Não existe mais “fronteira musical”.
Se você disponibilizar suas musicas na internet para as pessoas ouvirem, você atinge diversos lugares que você jamais pensaria.

Rock Noize: Como é o processo de composição e gravação da Clearview? O que mudou dos discos anteriores para “Absolute Madness”?

Clearview: O processo de produção não mudou muito, só os mecanismos que evoluíram um pouco.
Geralmente gravamos muito material e vamos lapidando até chegarmos onde acreditamos ser o ideal.
Nosso amigo de longa data e produtor musical da banda (Nick Jett) ouve e trabalha com o material bruto que criamos e a partir daí temos uma direção melhor para chegarmos até onde desejamos.
É muito bom quando você trabalha com pessoas que entendem o tipo de música que você faz, o processo produtivo flui muito mais rápido!
A única coisa que mudou em relação aos discos é que a cada disco novo que lançamos a qualidade musical e gráfica evoluem em conjunto.

Rock Noize: O show de lançamento acontece no próximo dia 2, na Clash. Vocês tem algo especial preparado? O que nós e os fãs podemos esperar?

Clearview: Será um show muito legal, fizemos um set muito legal mesmo para a galera que estiver conosco nesta festa de lançamento e para deixar mais legal ainda além do clearview lançar o disco novo, teremos também os cariocas do Norte Cartel que estão com disco novo (de volta ao jogo) mostrando em primeira mão aqui em São Paulo!
Chamamos a velha e nova escola do HARDCORE nacional para estarem presentes neste show!
Teremos a instituição do hardcore/metal “PAURA”, a nova safra de bandas legais vindo de Santos, “BAYSIDE KINGS”, galera do ABC de São Paulo trazendo muito peso “Violent STOMP” e os interioranos do Clobberin Time para abrirem a festa que está sendo armada com muito carinho e música boa para quem comparecer no dia 02/07/2017

Rock Noize: Já estão pensando no futuro? Quais os planos para 2017?

Clearview: Futuro é incerto! (Risos), porém após a festa de lançamento do ABSOLUTE MADNESS, embarcaremos para nos apresentar no maior festival de hardcore punk da atualidade nos Estados Unidos. Para quem não conhece, o festival se chama “THIS IS HARDCORE” que fica na Filadélfia.
Dividiremos palco com as maiores bandas de hardcore/punk do planeta.
Já estamos conversando com alguns promotores de shows para fecharmos algumas datas da turnê de lançamento intitulada: “MADNESS TOUR”.

Se você quiser levar os shows do clearview para sua cidade, lançando o disco novo “ABSOLUTE MADNESS”, escreva para: clearviewnp@gmail.com ou rafaxmadeira@gmail.com.

Confira o serviço completo do show do Clearview em São Paulo abaixo.

Serviço:
Clearview, Lançamento do álbum “Absolute Madness”

Data: 02/07 – Domingo
Abertura da casa: 16h00 / Início primeiro show: 16h30
Censura: 16 anos
Local: Clash Club
Capacidade para este evento: 500 pessoas.
Endereço: Rua Barra Funda 969, Barra Funda, São Paulo – SP – (11) 3661-1500 / atendimento@clashclub.com.br
Estacionamento: Não.
Valores e vendas on-line: R$20,00
http://www.clubedoingresso.com/clearview-nortecartel
Bilheterias oficiais SEM taxa de conveniência: Galeria do Rock: Loja 255, 1º andar (Sem Taxa)
Funcionamento: de segunda a sábado, das 10h00 às 19h00.
Formas de pagamento: dinheiro, cartões de crédito e débito

Mais informações:
www.facebook.com/clearviewsphc
http://clearviewsphc.bandcamp.com

Foto: Divulgação/Internet

Comentários