Goiânia Noise Festival dia 2: homenagem a Odair José e ovação ao Pato Fu

Pato-FuNeste sábado, 19, rolou o segundo dia de Goiânia Noise Festival no Jaó Music Hall. O dia com mais bandas do festival começou também mais cedo e com um público um pouco menor que na noite anterior, mas com bons shows.

Chegamos no evento ao som do Desastre, boa banda prata da casa e que mostrou um repertório de peso e mandou ver também em uma cover de Breaking The Law do Judas Priest chamando a atenção dos mais ávidos pelo gênero.

Quem também mereceu destaque neste segundo dia de Goiânia Noise Festival foram os gaúchos do Suco Elétrico. A banda tocou músicas de seu mais recente disco “Se o Futuro Permitir” e foi uma das gratas surpresas da noite. Vale ouvir nos serviços de streaming.

Nenê Altro, vocalista e líder do Dance of Days, fez mais uma apresentação do seu repertório solo com músicas do álbum “Classe de 1972” à lá Renato Russo – o trabalho tem a chancela de Dado Villa-Lobos, inclusive. Ao final Nenê prestou uma homenagem à Legião Urbana entoando Geração Coca-Cola.

Quem também esteve de volta ao festival foi a excelente Mechanics que mandou ver em um rock pesado, uma mistura de heavy e punk rock com protesto na ponta da língua. Tati Bassi veio dar o toque mais diferente ao festival. Com muito swing ela tocou músicas do seu trabalho solo pautado no soul e conquistou a plateia também pelo discurso de empoderamento feminino.

Já o Cólera, veteranos o punk rock paulista levou o público direto para os anos 80 com seus clássicos e as “rodas punk” foram armadas. Um pouco mais para frente foi a vez do Mestre Odair José subir ao palco para receber uma homenagem surpresa.

Em seguida ele mandou ver em um repertório de rock and roll da sua carreira mostrando que sabe bem ir de um estilo ao outro e continua sendo plural como sempre em sua longa história.

PATO FU

Grande atração da noite, os mineiros do Pato Fu corresponderam à expectativa. O grupo revisitou toda sua carreira e empolgou o público que por vezes cantava as músicas acompanhando a banda. Sobre o Tempo, Made In Japan, a belíssima Canção para Você Viver Mais e a já clássica regravação de Eu Sei homenageando também Renato Russo, entre muitas outras que mesmo depois de anos continuam na boca do público.

O Pato Fu mostrou que, mesmo longe dos holofotes gerais dos grandes festivais, continua muito relevante e cativa público de diversas vertentes. Mesmo nas músicas com arranjos mais pesados o grupo mostra perfeita harmonia com a voz doce de Fernanda Takai, assim como ela mostra total sintonia com as guitarras de John Ulhoa – também seu marido.

Neste domingo, 20, acontece o terceiro dia de Goiânia Noise Festival que promete encher o Jaó. Quem comanda a festa são os ucrânianos do Stoned Jesus, o ótimo Sheena Ye, Red Mess, Relespública + Edgard Scandurra e por fim e fechando a edição 2017 o Raimundos, que promete tocar todos os seus hits pra gente ir embora pra casa.

Aproveite para conferir a nossa resenha do dia 1 de Goiânia Noise entrando aqui e amanhã tem o que de melhor aconteceu no dia 3. No nosso Instagram vocês encontram fotos, stories e vídeos do festival: @rocknoize.

 

 

 

Foto: Divulgação/Internet

Comentários