Limp Bizkit faz show memorável em São Paulo

Fred Durst

Ladies and Gentlemen Limp Bizkit’s in the house!

O Limp Bizkit está completando 20 anos de carreira, e para nossa alegria, a turnê comemorativa passa por quatro países da América Latina sendo o Chile (20/05), Argentina (23/05), Brasil (26/05) e Peru (28/05).
Por aqui, a apresentação unica foi em São Paulo e no feriado de Corpus Christi,  justamente para quem mora longe da capital paulista poder aproveitar o feriadão prolongado e claro, o show.

Antes mesmo da abertura dos portões às 19h, ao lado de fora do Espaço das Américas a fila para entrar na casa está quilométrica, contornando o quarteirão. A grande maioria fazendo o famoso esquenta para curtir o show a todo vapor, contando cada minuto para eliminar toda aquela adrenalina. Estava nítido a ansiedade de cada um em ver ou rever o Limp Bizkit de perto. Eu era uma delas.

Wes Borland

Pouco mais de 20h, as luzes se apagam e os meninos do La Raza sobem ao palco. Uma banda nacional, atualmente formada por Alex Panda (vocal), Thiago Matricardi (bateria), Rafael Bombeck (guitarra), Juninho (baixo) e Daimon (DJ), para fazer o show de abertura do grande espetáculo que ainda estava por vir.

Vou confessar que não conhecia o La Raza, mas logo na primeira musica gostei muito da letra, melodia e harmonia dos instrumentos. O som lembra muito o Charlie Brown Jr, e alguns elementos do Red Hot Chili Peppers, Suicidal Tendencies e Primus.

Por aproximadamente 60 minutos os meninos mostraram que estavam de volta aos estúdios e palcos, para não deixar o rock nacional morrer. Não digo que nosso mercado musical está fraco, mas está faltando reconhecimento.
Enfim, voltando a apresentação deles, ainda contaram com a presença do XIS e Digão (vocalista do Raimundos), que sacudiram geral.

Já eram quase 22h quando finalmente, Fred Durst (vocal), Samuel Mpungu (baixo) substituindo o Sam Rivers que está afastado por motivos de saúde, John Otto (bateria), Wes Borland (guitarra), e como apoio de turnê o DJ Skeletor entram no palco com a intro de Boiler.

Samuel G. Mpungu

Do início ao fim, o grupo cumpriu com a ideia da turnê de aniversário, trazer os fãs de várias gerações, de vários lugares do país e como esperado, tocar as musicas que mais marcaram as fases e álbuns do Limp Bizkit.

A performance ao vivo é sensacional, tanto a banda quanto o publico demonstram toda sua alegria e vontade em estar naquele evento. Não foi preciso nem uma super produção com luzes e fogos ou qualquer outra coisa no palco, para levar o publico a loucura. O cenário simples, não intimidou ou desanimou ninguém, nem mesmo ao fato dos telões estarem desligados. Fred interagiu muito bem com o publico e teve total controle.

Fred Durst e Wes Borland

Todos cantavam na ponta da língua, com muita euforia, e super agitados. Eu acho que – espero não estar enganada- a galera que estava assistindo do mezanino, para ter uma “visão melhor do palco”, teve aquele arrependimento de não estar participando da muvuca na pista. A cada hit que Limp Bizkit iniciava, as rodas de bate-cabeça estavam maiores. Já estava imaginando todos do mesmo setor naquela bagunça.

A presentação foi muito bem mesclada entre os seis álbuns. Os grandes hits como Rollin, Gold CobraMy Generation, My Way, Nookie Behind Blue Eyes não podiam ficar de fora da setlist e não desapontou. Fomos super-hiper-mega surpresos quando iniciaram Faith, já que não aparecia há muito durante as apresentações ao vivo e nem foi tocada na Chile e Argentina, na mesma turnê. Fomos premiados!

Limp Bizkit arrasou e espero que voltem em breve, com seu sétimo álbum “Stampede of the Disco Elephants” pronto.

Confira o setlist completo:

01. Boiler
02. 9 Teen 90 Nine
03. Hot Dog
04. Rollin’ (Air Raid Vehicle)
05. The Truth
06. Bring It Back
07. Thieves (Ministry cover)
08. Gold Cobra
09. My Generation
10. Livin’ It Up
11. Faith (George Michael cover)
12. Eat You Alive
13. My Way
14. Nookie
15. Full Nelson
16. Behind Blue Eyes (The Who cover)
17. Break Stuff
18. Take A Look Around

Veja mais fotos exclusivas do show do Limp Bizkit em São Paulo clicando aqui.

 

Fotos: Wesley Carlos

Comentários