Maximus Festival 2017: o dia em que o Linkin Park e uma novela pararam o Brasil

95274374Bom meus amigos, 2017 chegou e logo teremos mais uma edição do Maximus Festival, um festival que aconteceu pela primeira vez em setembro do ano passado e que a gente gostou muito de escrever matérias especiais e cobrir. Logo, neste ano vamos continuar com essa série de matérias especiais, trazendo curiosidades, playlists e o que mais der na telha.

Uma das bandas mais faladas dos últimos meses e a grande atração do festival é o Linkin Park. O grupo deve lançar seu novo disco ainda este ano e gera expetativa de figurar por aqui com alguma música nova, inclusive rumores indicam que o primeiro single do novo trabalho é uma faixa em parceria com a cantora Kiiara.

Enfim, mas o que viemos falar aqui nada tem a ver com esta nova música e sim com um dos maiores clássicos do sexteto: Faint. A faixa foi um dos singles de maior sucesso na carreira deles e lançada no excelente “Meteora”, que ainda contou com hits como Numb e Breaking The Habit.

O ano era 2003 e o Linkin Park encabeçava os charts de música do mundo inteiro desde “Hybrid Theory”, lançado há três anos. Naquele tempo se discutia muito as mortes por balas perdidas em todo o Brasil e as violentas perseguições entre polícia e bandidos. Ainda hoje a coisa parece não ter mudado.

Em fevereiro estreava mais uma novela do mítico autor Manoel Carlos, Mulheres Apaixonadas, que mais uma vez misturava ficção e fatos da realidade de muita gente no país e foi justamente em uma triste realidade que teve em sua trilha sonora Faint.

Clipe oficial de Faint:

Em uma terça-feira ensolarada no Rio de Janeiro era gravada uma cena de perseguição policial pelas ruas da Cidade Maravilhosa e claro, como o assunto en voga na época, sobraram balas perdidas. De acordo com o UOL Televisão, foram cerca de sete horas de gravações vistas por mil pessoas (dado da Polícia Militar).

Na cena, que também teve gravações na quarta e quinta, a personagem de Fernanda, interpretada por Vanessa Gerbelli, leva um tiro de bala perdida no peito e morre em meio aos carros em uma rua no bairro do Leblon. O personagem de seu filho também foi baleado na cena.

“A cena é um alerta, um protesto contra o que vem acontecendo na cidade”, disse a atriz na época, para o mesmo UOL Televisão. A decisão de levar ao ar uma cena violenta de uma situação muito discutida entre pessoas comuns, polícia e políticos, foi difícil e causou polêmica.

Ainda em 2003 o cenário do rock estava tomado por uma onda que vinha de cerca de 10 anos atrás, o tão contestado new metal. Com muitas influências de outros estilos, como o rap e hip-hop, o gênero já era trabalhando por bandas como Rage Against The Machine, Korn e Limp Bizkit, entre outros, há tempos e tomou proporções bem grandes com os dois discos lançados pelo Linkin Park no início da década de 2000.

Fernanda (Vanesse Gerbelli) baleada em Mulheres Apaixonadas
Fernanda (Vanesse Gerbelli) baleada em Mulheres Apaixonadas

Com a popularização do estilo, os produtores de Mulheres Apaixonadas procuraram uma música forte e pesada “na medida” para a cena e que deixasse transparecer toda a rapidez com que a violência afligia as ruas do país de maneira aflitiva e impactante.

Como era de se esperar escolheram um sucesso de uma das bandas de igual sucesso em 2003. Nada mais justo e essa soma causou bastante impacto.

Segundo a Folha de São Paulo, foram cerca de 400 pessoas estiveram envolvidas na gravação, entre atores, seguranças, figurantes e equipe e quando transmitida, a cena durou pouco mais de 7 minutos. A novela tinha em média 47 pontos de audiência (dados do Terra) e bateu vários recordes nesse quesito.

Lembro-me que nunca tinha assistido a novela – nunca fui lá de novelas, na verdade – mas na época um rock “pesado” entrar em uma produção da tradicional Rede Globo pegou todos de surpresa e quem gostava desse gênero específico correu para à frente da TV naquele sábado, 9 de agosto.

Um ano depois o Linkin Park faria seu primeiro show no Brasil. Em um Estádio do Morumbi lotado a banda teve todos os seus hits cantados em uníssono pelo público. Lembro muito bem a cara de Chester Bennington no telão quando ele entoou as primeiras falas de Don’t Stay (faixa de abertura de “Meteora”) em que quase não se ouvia sua voz.

Informações na época davam conta de que foram 75 mil pessoas naquela noite de sábado 11 de setembro de 2004. Bom, 14 anos se passaram desde a mítica cena da novela e vale relembrar como tudo aconteceu, é só dar o play abaixo.

Aproveite para conferir tudo sobre o Maximus Festival 2017 entrando neste link e fique ligado para saber tudo sobre o novo disco do Linkin Park aqui no Rock Noize!

 

 

Fotos: Divulgação/Internet

Comentários