Mel Gibson critica os filmes de super-heróis

NEHHyAxqSAcALL_2_bAtualmente o ator e diretor Mel Gibson está promovendo seu novo filme, Hacksaw Ridge, e em uma entrevista para o Deadline ele falou sobre a atual indústria do cinema e sobrou, claro, para os filmes de super-heróis, o grande nicho de Hollywood de muitos anos para cá.

Gibson disse que o orçamento dos filmes de hoje é muito maior do que, por exemplo, em 2006 quando dirigiu Apocalipto, sua última produção antes de Hacksaw Ridge, que custou cerca de 30 milhões de dólares. Ele falou que acha que não vale a pena produzir um filme de US$ 200 milhões.

No fim das contas, na entrevista Mel foi enfático ao falar sobre os filmes de super-heróis: “Eu fico realmente perplexo com isso, acho que é um monte de lixo. Mas talvez se eu fizesse alguma coisa com aquelas telas verdes eu mudasse de ideia”.

A tal tela verde (que também pode ser azul) que o diretor se refere é o chroma key, usado muito em filmes e programas de televisão para os efeitos visuais, isso sem falar em outras formas não reais de produção.

“O que admitiram que gastaram em Batman vs Superman?”, disse ele que depois ficou sabendo que o orçamento foi de 250 milhões de dólares fora a publicidade que envolveu a divulgação do longa. “Aquilo é um pedaço de merda”, disparou.

 

 

Foto: Divulgação/Internet

Comentários