Muito ska, punk, rock e reggae com o Sublime With Rome na Audio

Sexta-feira (14), Sublime With Rome chega detonando na Audio Club, em São Paulo. Com sua mistura de ska, punk, rock e reggae, a banda não deixou o público parado, extasiando a todos com suas músicas mais clássicas e novas, a casa lotou.

Nasci quatro anos antes da morte do Bradley Nowell e em grande parte da minha adolescência ouvi muito Sublime. Apesar de na época ser impossível, imaginava como seria ver a banda ao vivo. Em 2010 foi uma grande surpresa a parceria entre Eric Wilson e Rome Ramirez, ver aquela banda que sempre amei voltar a vida. Agora em 2018, finalmente tive a chance de ter essa experiência.

O gruop entrou no palco detonando com “Date Rape”, respondendo a expectativa do público que queria um clássico e sem pausa alguma emendaram “Smoke two joints”, “Wrong Way”, “Murdera” e “House of Suffering”, só então que deram um espaço para respiro, quando todos já estavam suados de tanto pular.

Outras duas músicas clássicas que ressalto são “April 29th” e “The Ballad of Johnny Butt”, que tiveram uma performance incrível, o público foi a loucura. Na reta final fomos presenteados com “Bad Fish” que acabou dando gancho para “Let’s go Get the Stoned”, deixando a platéia mais calma, seguindo para “Doin Time” e finalizaram com “Scarlet Begonia”. Mas e cadê “Santeria”?

No biz quando todos já não aguentavam mais pedir por “Santeria”, a banda começou com “What I Got” para aumentar o hype dos fãs e finalmente, finalizou com “Santeria”, levando todo mundo a loucura. Foi lindo o coro que o público fez, fiquei arrepiado, emocionado, não teria final melhor com gosto de quero mais.

Apesar de não termos mais Bradley Nowell no vocal, Sublime With Rome é uma banda incrível, Rome é ótimo e consegue puxar toda atenção do público para si com facilidade Esse show foi incrível e é super recomendado para qualquer fã do Sublime.

Em 2015 foi a última vez que Sublime With Rome pisou em território nacional, enquanto promovia seu álbum “Siren”, vamos torcer para que desta vez voltem em menos de três anos.

 

 

Fotos: Thiago Albino/Rock Noize

Comentários