“Passion Pie”, da Moxine, é a coisa mais legal que você vai ouvir hoje

moxine samuel cruzJá fazia um bom tempo que a gente não falava da Moxine aqui no site, mas nem por isso a banda (dupla) deixou de ser uma das nossas preferidas. E pra deixar tudo muito melhor as meninas chegam com um lançamento novo pra todo mundo ouvir.

“Passion Pie” foi lançado no último dia 24 e é um EP de quatro músicas que pra cravar um estilo é difícil, já que mistura elementos eletrônicos e indie rock. Bom, fica a seu critério, fato é que ele é o que de mais gostoso você vai ouvir nesta tarde (manhã, noite…).

As portas de “Passion Pie” se abrem com a pulsante Fantasiado, que já mostra bastante essa mistura, e segue pelas batidas incríveis do baixo da Fabi Lugli que dão o tom em Leeches. O disco continua com Blue Shades e a atmosfera interessantíssima de Multidão.

moxine passion pie
Capa de “Passion Pie” do amigo G. G. Di Martino

Este é o primeiro trabalho da guitarrista e vocalista Mônica Agena como produtora e sobre isso ela disse: “Esse é o meu primeiro trabalho assinando a produção musical, comecei o processo em junho de 2017 e convidamos alguns músicos para gravar com a gente também”.

“Passion Pie” trouxe inúmeras participações especiais para trabalhar com a dupla Agena/Luigi: Luccas Villela (EATNMPTD/INKY), Paulo Kishimoto (Rivera Gas/Pitty) e Mario Camelo (Fresno); em Multidão rolou a co-produção de Dudinha Lima.

As meninas se aventuram por um território inóspito, frio mas cheio de cores, sem ser o indie “feliz e contente” mais trabalhado por aí (ufa!). A Moxine cria um climax obscuro, sedutor e interessante nesse misto de eletrônico e o rock de “Passion Pie”.

Vale muito o play!

 

 

Foto 1: Samuel Cruz/Divulgação

Comentários