Shirley Manson, líder do Garbage, fala sobre os direitos das mulheres: “foram corroídos depois do 11 de setembro”

shirley mansonPrestes a vir ao Brasil com o Garbage, Shirley Manson, líder e vocalista da banda, foi entrevistada pelo programa 7:30 da Austrália e falou sobre os direitos das mulheres nos dias atuais, em especial depois dos ataques terroristas do 11 de setembro.

“Os direitos das mulheres foram corroídos depois do 11 de setembro e precisamos ser mais vigilantes para defender o feminismo e a igualdade de gêneros”, disse ela.

Manson ainda disse que depois dos ataques o mundo ficou mais conservador: “Com o 11 de setembro o mundo ficou mais conservador e sempre que o mundo se torna conservador os direitos das mulheres são afetados”. A vocalista ainda disse que há um “movimento global para erradicar os direitos das mulheres”.

“Acho que esse é o resultado, em alguns aspectos, do que se seguiu nos anos 90. As mulheres tomaram para si certos direitos sem entender que os direitos humanos se corroem constantemente e você tem que estar sempre atento para que os direitos que as mulheres têm lutado por tanto tempo permaneçam no lugar”, completou.

Shirley Manson também falou sobre o foco de algumas mulheres em beleza e estética e disse que elas devem “mudar o foco para coisas que realmente criem uma base conforme elas vão crescendo na vida”.

Vale lembrar que o Gargabe traz a turnê do seu álbum mais recente, “Strange Little Birds”. A banda se apresenta ano Tropical Butantã, em São Paulo, no dia 10 de dezembro, e no Rio de Janeiro, no Circo Voador no dia 11. Clique aqui e confira tudo que publicamos sobre o Garbage e os shows no Brasil.

 

Foto: Divulgação/Internet

Comentários