Tom Hardy escreve carta emocionante para seu cachorro que faleceu

wood3-e1496862838617-425x340É meus amigos, às vezes a gente vê os atores, muitas vezes trogloditas com a imprensa e muitas vezes também injustiçados, afinal são seres humanos tanto quanto nós. Mas enfim, essa é outra discussão.

Nesta semana o astro de O Cavaleiro das Trevas Ressurge e Mad Max: Estrada da Fúria, Tom Hardy, publicou uma emocionante carta para se despedir do Woody (o nome completo era Woodstock), seu cachorrinho de estimação. Tom levava Woody pra cima e pra baixo, inclusive para os sets de filmagem e estreias de seus filmes.

Separamos alguns dos trechos mais emocionantes da carta de Hardy para Woody e vocês podem conferir abaixo.

“Eu vi Woodstock pela primeira vez em uma rodovia em direção à Georgia… Ele estava perdido, com 11 meses de idade. Não pensamos. Rapidamente peguei aquele cachorro. Na realidade nem tinha certeza de que sequer era um cachorro. Paramos o carro, ele estava literalmente preto. Ascendi meu celular para iluminar a estrada caso algum carro entrasse na rodovia.

Eu tentei cobrir uma parte do terreno, mas ele era rápido e vi essa coisa preta correndo em direção aos carros e caminhões. Via suas orelhas saltando pelo trânsito. Nada além daquelas orelhas afastadas em cima de algo frenético… Eu entrei um pouco em pânico porque não tinha um nome para gritar e ele estava perto da auto-estrada. Coloquei meus dedos na minha boca e assobiei o mais alto que pude…

Então ele se virou e olhou pra mim rapidamente, então decidiu correr no meio da escuridão. Ele correu diretamente para mim e me atingiu nas pernas quando eu não podia ver. Eu podia ouvir sua angústia e pensei que seria mordido. Eu o agarrei com meus punhos em seu pescoço esperando sentir seus dentes. Ele era realmente muito pequeno e estava caindo com dois olhos castanhos grandes olhando diretamente pra mim…

Quando voltei ao carro e me sentei no meu banco ele deixou no meu ombro e adormeceu… Jessica me perguntou se ele era uma menina ou um menino. ‘É um menino’ eu disse. ‘Como você sabe?’ ela perguntou e eu respondi ‘Err eu posso sentir seu Woodstock’. ‘Ótimo, vamos chamá-lo de Woodstock’. E foi assim…

Nós o levamos diretamente para uma loja de animais para limpá-lo e comprar coisas boas para ele. Nós três caminhamos pelos corredores e deixamos que ele escolhesse seus brinquedos e sua coleira. Eu nunca vou esquecer daquela noite. Foi maravilhoso.

Em um minuto ele estava aterrorizado e quase morreu. Ele foi pego por estranhos e depois tirou uma soneca. Depois estava passeando pelos corredores iluminados desta enorme loja de animais de estimação, feliz e brincalhão….

Eu serei eternamente grato à Georgia por ter me dado a alegria de ter um cachorro e o melhor dos amigos… Na primeira manhã ele comia tudo, nós o perseguíamos mas ele pensava que queríamos comer. Só queríamos que ele comesse comida de verdade. Agora ele tinha comida em abundância, mas havia um sobrevivente nele. Ficou claro que ele tinha problemas com comida, mas ele nunca mais passaria fome novamente…

Depois ele voltou para o Reino Unido e Jess e seus pais cuidaram gentilmente dele e o treinaram. Eu o encontrei na Califórnia depois de filmar O Cavaleiro das Trevas e apesar de todos os esforços eu assobiei e ele olhou pra mim e veio correndo sem olhar para trás. Eu senti por eles, mas por dentro estava imensamente feliz que eu e meu amigo havíamos nos encontrado novamente…

Eu o tirei de rios e lagos muitas vezes desde aquele dia, ele amava perseguir patos. Especialmente no Tâmisa. Sua raiva havia passado e então ele se tornou definitivamente um londrino. Ele era um anjo. Era meu melhor amigo e passamos por tantas coisas juntos.

Ele esteve em muitos sets. Conheceu muitas equipes. Fez muitos amigos nas sessões de fotos e foi o animal mais influente da revista Time número 73… Todos que o conheceram o amaram. Tudo que ele conhecia era o amor.

Normalmente não falo sobre família e amigos, mas esta é uma circunstância incomum… É com grande tristeza um coração pesado que eu informo que depois de uma batalha muito difícil de 6 meses com uma polimiostiza agressiva, Woody faleceu há dois dias.

Ele tinha apenas 6 anos. Ele era muito novo para nos deixar. Nossa casa está devastada por sua perda. Eu estou muito grato por sua lealdade, companhia e amor e que finalmente ele não está mais sofrendo. Acima de tudo, estou completamente destruído. O mundo para mim era um lugar melhor com ele ao meu lado.

É o meu melhor amigo para sempre. Para mim e para uma família que o amava acima de qualquer palavra e que ele amava, sem dúvidas, como jamais conhecemos o amor. Woody foi o melhor dos companheiros de viagem que poderíamos sonhar em ter. Nossas almas estão entrelaçadas para sempre.

Um amigo me disse que ele era um ser especial, um exemplo iluminado do melhor amigo do homem. Ele foi muito, muito iluminado e às vezes aqueles que são iluminados são apenas pela metade do tempo. 

Obrigado Woody por escolher nos encontrar. Nós amamos você e você estará com a gente para sempre. Nunca vou te esquecer. Amo você além das palavras. Corra com o Max agora como anjos. Eu vou ver você quando eu chegar aí.

Com todo meu amor por você, obrigado por todo o seu amor, meu lindo garoto”.

 

 

Foto: Divulgação/Internet

Comentários